Bahia afasta Ramirez por injúria racial: “a voz da vítima é preponderante em casos desta natureza”

O Esporte Clube Bahia soltou nota, após o polêmico jogo deste domingo (20), no Maracanã, contra o Flamengo, onde afirma “que é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza”. A partida culminou com a demissão do técnico Mano Menezes e o afastamento do jogador Indio Ramirez, em meio a acusações de injúria racial.

Segundo o volante Gérson, do Flamengo, durante uma discussão ocorrida após o segundo gol do Bahia, o meia colombiano Juan Pablo Ramírez teria se irritado com a reclamação do flamenguista e dito “cala a boca, negro”. O volante também afirmou que Mano Menezes tentou justificar a ofensa de Ramírez.

A nota diz ainda que o Bahia decidiu “afastar imediatamente o jogador das atividades da equipe até a conclusão da apuração”.

O clube baiano diz também que “o presidente Guilherme Bellintani ligou para Gerson a fim de prestar solidariedade”.

Veja a nota na íntegra abaixo:

O Esporte Clube Bahia vem a público se manifestar sobre a denúncia de racismo feita pelo atleta Gerson, do Flamengo, ocorrida na noite deste domingo (20).

O atleta Indio Ramírez nega veementemente a acusação e a ele está sendo dada a oportunidade de se defender de algo tão grave.

O clube entende, porém, que é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza.

Assim, decidiu afastar imediatamente o jogador das atividades da equipe até a conclusão da apuração.

O presidente Guilherme Bellintani ligou para Gerson a fim de prestar solidariedade.

A equipe de comunicação de Mano Menezes também se pronunciou sobre o caso através do Twitter oficial do técnico. “Mano condena qualquer ato racismo e reitera que a violência contra quem comete não é caminho para solucionar a questão. E apoia qualquer avaliação e julgamento justo para que o futebol seja sempre referência positiva na nossa sociedade. Crescemos juntos”, afirmou a mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *