Braga Netto é o quarto militar próximo a Bolsonaro a nomear filhos com bons cargos no governo

Foto: Marcos Corrêa/PR

Além da filha do ministro da Casa Civil, general Braga Netto, filhos do general Hamilton Mourão, vice-presidente da República, do general Eduardo Villas Boas e do Almirante Almir Santos também ganharam cargos no governo Jair Bolsonaro.

Isabela Braga Netto, filha do ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto, não é a única. Outros parentes de generais que trabalham no governo, próximos do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ), também conseguiram cargos bem remunerados no governo.

A fila do nepotismo continua. Desde novembro de 2019, Adriana Haas Villas Bôas, filha do general Eduardo Villas Bôas, está lotada como assessora do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, comandado por Damares Alves, na Coordenadoria-geral de Pessoas com Doenças Raras.

O único descendente direto do secretário-geral do Ministério da Defesa, o almirante de esquadra Almir Garnier Santos, o advogado Almir Garnier Santos Junior, foi contratado pela Emgepron em 29 de julho de 2019. A contratação ocorreu no segundo semestre do governo de Bolsonaro, seis meses depois do pai ser alçado ao segundo posto de comando da pasta, sendo o principal substituto do Ministro Fernando Azevedo.

O mais bem situado de todos, até agora, é Antonio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente Hamilton Mourão, que virou assessor especial do presidente do Banco do Brasil. Com o novo cargo, ele mais que triplicou seu salário, passando a ganhar R$ 36,3 mil por mês. A nova função equivale a um cargo de executivo.

Leia a íntegra na Revista Fórum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *