Brasil de Bolsonaro: periferia começa a trocar carne por ovo

Foto: Cacau

A carestia já provoca graves danos à população. Falta comida nos lares das periferias de São Paulo, onde as pessoas trocam carne por ovo e pedem cesta básica nas redes sociais.

Brasil 247 – O desemprego e a perda de renda, agravados pela crise econômica em meio à pandemia da Covid-19 e pela alta dos preços dos alimentos, têm acarretado falta de comida nos lares da periferia de São Paulo. 

A situação afeta principalmente moradores de baixa renda que dedicam a maior parte dos seus gastos à alimentação. 

Estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mostra que nos oito primeiros meses do ano a inflação registrada na cesta de consumo das famílias mais pobres foi duas vezes maior do que a de famílias mais ricas. Neste ano, o arroz, por exemplo, teve uma alta de 19,2%, o feijão, de 35,9%, e o leite, 23%, aponta reportagem de Ana Beatriz Felicio e Lucas Veloso na Folha de S.Paulo.

Como alternativa, algumas pessoas tiveram de trocar o que consumiam para conseguir ter comida na mesa, substituindo alimentos que antes eram comuns na rotina da família. A carne, por exemplo, deu lugar ao ovo. 

A reportagem traz uma série de depoimentos de moradores da periferia de São Paulo sobre as dificuldades na alimentação provocadas pela carestia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *