Para Maia, ingerência de Bolsonaro com vacinas poderia levá-lo ao impeachment

Maia é criticado pela oposição por não avaliar nenhum dos mais de 50 pedidos de impeachment enviados à Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia – Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

Carta Capital – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que as ingerências do presidente Jair Bolsonaro em relação a vacinação contra a Covid-19 no País poderiam culminar em um processo de impeachment.

A fala foi feita em entrevista à jornalista Rachel Sherazade, do jornal Metrópoles, na segunda-feira 11. No entanto, emendou que não seria seu papel pautar o assunto agora, quando está prestes a sair do cargo.

“Acho que a vacina pode levar a um processo de impeachment no futuro”, disse. “Talvez ele [Bolsonaro] sofra um processo de impeachment muito duro se não se organizar rapidamente. Porque o processo de impeachment, você sabe, é o resultado da pressão da sociedade”, completou.

Maia é criticado pela oposição por não avaliar nenhum dos mais de 50 pedidos de impeachment enviados à Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *